Aconchegante!

 
 

A SERPENTE MÁGICA

Mitos, ritos e tabus



Todo dia, Rá caminha, com dificuldade, ao longo da mesma estrada. Escondida atrás de espessos arbustos, Ísis o vigia. De repente, o velho tosse e cospe. Assim que ele se afasta, a maga corre até o local onde caiu a saliva divina e a transforma em pedra, misturando-a com a terra. Daí a pouco, entre seus dedos, essa lama amassada toma a forma de uma serpente, que ganha vida por meio de palavras mágicas pronunciadas por Ísis. Em seguida, ela esconde o réptil na estrada pela qual Rá costuma passar. No dia seguinte, ao fazer seu passeio diário, Rá sente no pé uma dor aguda, que imediatamente se espalha pelo corpo todo, sem que ele tivesse ao menos vislumbrado a serpente que o mordeu. Rá sente o corpo queimar e, ao mesmo tempo, um frio glacial percorre suas veias. Um violento tremor sacode-o e o faz gritar: 

- Que é isso? Que me aconteceu? 

Ao ouvir seus gritos, todos os deuses acorrem. Rá explica que sente uma dor imensa, mas não sabe a origem. O grande deus Sol consegue apenas lamentar sua impotência diante do mal que lhe aflige. É então que, destacando-se do círculo formado em torno de Rá pelas divindades aterrorizadas, Ísis avança:

- Foi uma serpente, divino pai, que com seu poderoso veneno causou o mal que atormenta teu corpo. 

Espera um instante e acrescenta: 

- Revela-me teu verdadeiro nome e, com meus encantamentos, te livrarei da dor. 

O velho deus está a ponto de desmaiar e se retorce no chão. Sofre, mas hesita. Embora não queira revelar o segredo, precisa dar uma resposta a Ísis. Desesperado, limita-se a enumerar os diversos nomes que todos conhecem. 

- Sou Quéfri de manhã, Rá ao meio-dia e Aton ao entardecer. 

Ísis, no entanto, não se deixa enganar e responde: 

- Nenhum desses é teu verdadeiro nome! Dize a verdade, e minha magia pode livrar-te para sempre dessa dor. 

Rá ainda hesita e resiste o quanto pode, mas a dor torna-se insuportável, e ele acaba cedendo. Contrariado, chama Ísis para junto de si: 

- Vem cá! Vou derramar em teu coração o poder que está no meu. 

Ísis aproxima-se de Rá, que a leva para longe dos outros deuses. A contragosto, sussurra em seu ouvido o nome misterioso. Fortalecida pelo segredo, Ísis pronuncia as únicas palavras mágicas capazes de quebrar o encantamento. Imediatamente, Rá recupera a saúde. O grande deus fica muito aborrecido por ter sido obrigado a entregar a essência de seu poder, mas Ísis está feliz: acaba de transformar-se numa das maiores divindades, senão, a mais poderosa de todas. 


O Egito
Mitos e Lendas 


Alain Quesnel - J.M. Ruffieux - J.J. e Y. Chagnaud
Tradução de Ana Maria Machado
Editora Ática, 1993. 

 

 
 

SETH...CIDADE DOS ANJOS

Sou feito de sentimentos, emoções, de luz, de amor. Sou a voz que você ouve quando pede um conselho, sou quem te toma nos braços quando necessita, talvez, agora, enquanto lê essas palavras, eu esteja aí, ao seu lado, olhando dentro dos seus olhos como quem quisesse enxergar o que teu coração demonstra,mais tarde... à noite, quando você se deita... sou quem nina seus sonhos sentado ao seu lado esperando você dormir... dizendo que tudo vai ficar bem.
Se ao menos você pudesse me perceber, se notasse o que sinto ao seu lado... basta você querer, basta por alguns instantes esquecer seus problemas, fechar os olhos, como se nada mais existisse, me deixe chegar perto de ti... te abraçando... sinta meu coração batendo ao compasso do teu... sinta que não está sozinha, nunca esteve! Apenas esqueceste de olhar mais com os olhos do teu coração... então abra os olhos... veja os meus... me conheça.
Quem sou eu pra pedir para que me note? Apenas um anjo que se deixa levar por suas emoções, que desconhece o que é errado... se entrega, se rende... vagando por estrelas, nuvens, pelo céu escuro da noite... olhando pelos outros, despertando amores, anseios, paz nas almas que fraquejam, sentado ali de cima olhando você... te observando... deixando, às vezes, uma lágrima cair e se fazer uma gota de sereno que te toca os lábios... lágrima essa por não poder nada mais que apenas te ver... sentir sem poder tocar.
Manifestando através de pequenas coisas, como um sorriso sincero nos lábios de alguém que você não conhece, o toque de uma criança a te fazer carinho, palavras escritas nas páginas de um livro que te chamam atenção, palavras que mexem e emocionam o coração ditas do nada, como um sussurro em seu ouvido... e se um dia uma brisa leve e suave tocar seu rosto, não tenha medo, é apenas minha saudade que te beija em silêncio.
Os humanos têm um hábito muito peculiar de julgar seus semelhantes por sua aparência, de rotular pessoas as quais nunca viram... apenas pelo modo como ela se apresenta... porém, consigo ver dentro de cada um o que realmente são... e me assusto algumas vezes em como podem os humanos deixar-se levarem por embalagens, por invólucros... deixam de terem muitas vezes ao seu lado verdadeiros tesouros, amizade sincera, lealdade, companheirismo... simplesmente por não terem gostado do rosto do indivíduo. Imagine uma roseira cheia de espinhos, ninguém acreditaria que dela pudesse brotar uma rosa tão bela, sensível e delicada.
É do interior que nascem as flores. Pude conhecer seu interior... me deparei com uma flor linda... e com muitas qualidades. Se preserve assim... muitas vezes é melhor sermos o que realmente somos... a viver como as pessoas acham que deveríamos ser... Não existe ninguém melhor, ou pior que ninguém... apenas diferentes umas das outras e essas diferenças são que mostram quem realmente você é. Fico assim... dizendo as coisas que me aparecem dentro do peito, contando o que se passa em mim, como se estivesse desabafando... pois Deus nos fez para cuidar dos outros... e quem cuidará de nós?
Continuarei aqui... meio que escondido, ao teu lado, te olhando, te sentindo... esperando para que um dia você deixe seu coração "olhar" e me ver... daí, enfim, poderia eu mostrar o quanto você é especial pra mim. Um poema deixado no ar, palavras implorando para viver como uma estrela que o dia não vê e que espera a noite chegar para poder mostrar-se, a canção de amor que sai da sua boca... são as coisas que sempre sussurro ao seu coração, tento traduzir emoções que nunca senti antes, algo realmente novo pra mim, paz, atracção, paixão, amor, algo especial... sincero... verdadeiro.

 

 
 

QUANDO O AMOR ESCOLHE EM VOCÊ

O movimento cósmico é espaço livre de co-criação eterna.

 

E a VIDA que sente e percebe-se LUZ chamamos CONSCIÊNCIA LUMINOSA.

 

Desde sempre é o que você é: CAMPO DE LUZ.

 

A LUZ que não se apaga!

 

O ESPIRITO que escolhe ser humano!

 

O caminhante, o caminho, o caminhar!

 

Por séculos e séculos os SERES esqueceram-se de quem são em corpo humano! E o combinado é esse....    

 

Por séculos vivenciaram a dualidade de dois mundos, a separação entre CORPO e ALMA, SAGRADO e PROFANO, CERTO e ERRADO, BEM e MAL, FEMININO e MASCULINO, e seja qual for a cisão refere-se a  vivência dos contrastes!

 

E quando essa escolha é imersa no esquecimento, os humanos começam a supor que a comunicação com ESPIRITOS refere-se à utilização de ENTIDADES EXTERNAS como responsáveis de dizer o que fazer, e qual caminho seguir.   

 

A ESPIRITUALIDADE que somos nós, ou as matizes infinitas de escuridão a luz, potencialmente vivenciadas por nós, tornou-se responsabilidade de ENTES EXTERNOS!

 

Assim a prudência começou a caminhar do medo ao pavor, pela nutrição de sistemas opressivos detentores da palavra de um Deus que castiga, a quem não obedece a suas regras doutrinárias e absolutistas.

 

 Isso nada a tem a ver com o SISTEMA DE DEUS! E esse SISTEMA é incompreensível na dualidade!

 

E não é a toa que nosso momento de transição pareça tão confuso aos que escolhem lembrar-se de QUEM SÃO em corpos humanos!

 

Esses sistemas doutrinários não funcionam mais.

 

E não é a toa que a BUSCA por DEUS, a BUSCA ESPIRITUAL, a busca da ASCENÇAO, hoje é implementada pela maioria dos seres humanos, que vive em nossa dimensão Terra, independente da diversidade que ela é realizada no momento!

 

Você já se perguntou se é possível abandonarmos qualquer tipo de sistema doutrinário? E fora desses sistemas o que lhe dá um grande medo? Você sair de sua dimensão, de sua realidade, da compreensão desses sistemas doutrinários que lhe confortam e lhe acomodam, como ser tridimensional?

 

Na tridimensionalidade é como se o falecido viesse do além. Tantos medos que foram condicionando os seres humanos da superfície! Com você não é diferente!

 

E em espaços interdimensionais o tempo não existe!  E onde o tempo não existe como falamos de “vidas passadas”? Como falamos de futuro?

 

Entramos nos CAMPOS criados pelo medo, para sairmos renovados, integros, cientes que não necessitamos nos ligar mais a isso! Podemos fazer novas escolhas. Podemos escolher o AMOR!

 

Quando você escolhe o AMOR é ESCOLHIDO como canal, em qualquer atividade que resolva implementar! Você entra na interdimensionalidade, e pode encontrar as estruturas cristalinas gravadas de cada encarnação. 

 

Você pode captar a da sua própria linhagem e facilitar o processo para cura de quem procura integrar-se em corpo humano. É muito semelhante ao que você faz desde sempre. Lembra-se?

 

E o que lhe impede de perceber que vivencia dimensões interdimensionais? O sistema de crenças que adota! A hierarquização de um Deus que está fora de si mesmo, e mora em algum lugar! Alguém que é RESPONSÁVEL por tudo que há, e você um instrumento dos seus caprichos!

 

E são os SERES HUMANOS que despertam que encontram suas sementes divinas, é que podem abrir as portas para que a luz brilhe através de si mesmo. 

 

E VOCÊ é a ÁNCORA. É você que escolhe ANCORAR A LUZ onde sente e percebe necessidade!

 

É sua escolha de ancorar luz que faz esse momento de transição e de mudanças serem mais suave, mais tranqüilo, mais harmonioso  mais compassivo, mais amoroso!

 

São apenas memórias de momentos dolorosos! Deixe vir, deixe ir!

 

Quando você escolhe o AMOR, escolhe confiar na VIDA que vivifica a humanidade em você. E você pode quando escolhe co-criar outras estórias, outro passado, outro futuro, no momento que é o que é.....você!  

 

Você pode encontrar a face de Deus/Deusa  no olhar de um ser humano que lhe sorri?  Você pode escolher ser o canal desse amor!
 
OM SHANTI OM
 
Katryna
 
 


 

 

 
 

Regras de atendimento em call centers ainda são desrespeitas por empresas

Amanda Cieglinski
Repórter da Agência Brasil 

Brasília - A lei que determinou novas regras de funcionamento para os Serviços de Atendimento ao Consumidor (SAC) já completou três meses, mas continua sendo descumprida pelas empresas. A avaliação é de órgãos e entidades de defesa do consumidor ouvido pela Agência Brasil.

Segundo o Ministério da Justiça, nos 67 dias úteis passados desde que o decreto entrou em vigor, foram registradas 3,2 mil reclamações por descumprimento da lei em todo o país. Mais de 370 empresas foram autuadas e 36 multadas.

Entre outros pontos, o Decreto 6.523/08 determina que o consumidor não deva esperar mais do que um minuto para ser atendido. Ao ligar para um SAC, o consumidor deve ter a opção, logo no primeiro cardápio eletrônico, de falar diretamente com o atendente, sem ter que fornecer seus dados antes.

O assessor jurídico do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Marcos Diegues, aponta que as empresas de telefonia são as que mais violam a lei. Ele ressalta que a denúncia de irregularidades é fundamental para que as empresas possam ser punidas. O consumidor que não for atendido de acordo com as normas vigentes deve procurar o PROCON mais próximo.

“As empresas tem que ser multadas e o consumidor tem um papel muito importante nesse aspecto que é o de registrar a reclamação. E ele tem o direito de solicitar a gravação do seu contato com a empresa porque isso servirá de prova para mostrar que o atendimento foi inadequado”, recomenda.

A coordenadora da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - Pro Teste, Maria Inês Dolci, defende que o consumidor lesado deve repensar o seu contrato com a empresa ou prestador de serviço.

“Ao desrespeitar a lei, elas estão apostando que poderão ir à Justiça depois para discutir essa multa. É um desrespeito enorme com o consumidor, porque ele tem prejuízo não só financeiro, mas também do tempo que perde entrando em contato com os call centers. Lembrando que é ele quem remunera esse serviço e precisa ser bem tratado”, acredita.
http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2009/03/13/materia.2009-03-13.9886371197/view

IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor)

http://www.idec.org.br

 

 
 

Sobre Identidade

Ganância

Sempre que as pessoas se tornam gananciosas, elas ficam bem apressadas, e tentam encontrar meios de ir mais rápido. Estão sempre correndo pois acreditam que a vida está se esgotando. São essas as pessoas que dizem, "tempo é dinheiro."

Tempo é dinheiro? Dinheiro é muito limitado; o tempo é ilimitado. Tempo não é dinheiro, tempo é a eternidade. Sempre foi e sempre será. E você sempre esteve aqui e sempre estará aqui.

Então abandone a ambição e não se incomode com o resultado. Às vezes acontece que, devido a sua impaciência, você perde muitas coisas.

(O Livro da Transformação- OSHO- Ed. Sextante- Tradução: Carlos Irineu da Costa)

 

O Prof. Henrique Rattner foi fundador da ABDL e diretor do Programa LEAD no Brasil. Atualmente é consultor na Divisão de Economia e Engenharia de Sistemas do IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas.



Sobre Identidade

Este espaço é destinado à reflexão e ao debate de temas que nos permitam elaborar e discutir alternativas aos problemas que a sociedade enfrenta em sua busca de justiça social. Não devemos aceitar calados o discurso dominante e assistir passivamente à imposição de normas e diretrizes que levem a maior parte da população a um estado de miséria, alienação e privações. O atual modelo de desenvolvimento privilegia os interesses econômicos de minorias poderosas, desconsiderando as outras dimensões da vida coletiva, sejam elas sociais, culturais, ambientais ou religiosas. De uma forma rápida e violenta, o convívio social e os valores sociais se degeneram.

Queremos caminhar em direção à utopia - a construção coletiva de um paradigma civilizatório que contemple todos os seres humanos e respeite todas as dimensões da vida em sociedade, baseada na cooperação, na solidariedade, na democracia participativa e na justiça social.

Sua participação - enviando comentários, críticas e sugestões - é fundamental!

Em Busca de Identidade

Um dos problemas centrais de nossa época, para indivíduos e coletividades, é como manter a identidade e a lealdade às raízes, às tradições e à cultura de origem face ao avanço impetuoso das tecnologias e dos padrões de produção e consumo, apresentados pela ideologia dominante como evidências do progresso e da modernidade.

A realidade social não confirma essa visão linear e positivista. Os seres humanos vivem envoltos em teias de significados simbólicos por eles criados e que transmitem sentimentos de identidade, de "pertencer" sem os quais a vida se torna em pesadelo. São os recursos simbólicos - as crenças, valores, ideologias, as leis, normas e instituições que transformam indivíduos em atores e participantes de uma determinada cultura que configura o imaginário e possibilita sua materialização sob forma de ação social libertadora.

http://www.abdl.org.br/article/view/871

 

08 de Setembro, 2004

 

 
 

Páscoa, a passagem para o novo

O riso é eterno, a vida é eterna, a celebração continua. Os atores mudam, mas a peça continua. As ondas se sucedem, mas o oceano continua.

 

Você ri você muda - e alguém mais ri -, mas o riso prossegue.

 

Você celebra alguém mais celebra, mas a celebração continua.

 

A existência é contínua, é um continuum. Não há um único momento de quebra nela. Nenhuma morte é a morte, porque cada morte abre uma nova porta, então é um começo. Não há fim para a vida, há sempre um novo começo, uma ressurreição.

 

Se você trocar sua tristeza por celebração, então também será capaz de trocar a morte por ressurreição. Aprenda essa arte enquanto há tempo.

 

(O livro da Transformação-Osho- Ed. Sextante - Trad. Carlos Irineu da Costa)

 

A Celebração da Páscoa é de origem pagã, e comemora a chegada de um período de fertilidade.

 

Independente das crenças de cada um é possível de se perceber pessoas no mundo todo em celebração da passagem (páscoa) para um novo mundo!

 

É um período desafiador, e não pode ser analisado, apenas vivenciado! A mente não pode dar conta das mudanças, das transformações e dos desafios que a humanidade enfrenta nesse período de transição.

 

É sua escolha dizer adeus ao velho mundo de crenças limitadas, é como estar na beira do abismo e saltar sem pára-quedas. Dizer adeus ao velho mundo é o que chamo de “a noite escura da alma”.

 

As sensações são de morte, de perde de controle e de medo? Você pode sentir e perceber que é o novo lhe pedindo passagem? É a vida lhe pedindo novas respostas, e elas estão em você!

 

 

 

 

 

 

WHO WANTS LIVE FORVERER

Queen - Who Wants To Live Forever

There's no time for us
There's no place for us
What is this thing that builds our dreams
Yet slips away from us

Who wants to live forever?
Who wants to live forever?

There's no chance for us
It's all decided for us
This world has only one sweet moment
Set aside for us

Who wants to live forever?
Who wants to live forever?

Who dares to love forever?
When love must die

But touch my tears with your lips
Touch my world with your fingertips
And we can have forever
And we can love forever
Forever is our today
Who wants to live forever?
Who wants to live forever?
Forever is our today

Who waits forever anyway?

 

CASA DO SOL

Aqui e agora, estamos num período de transição, de inspiração. 

 

Esse nosso momento é um convite da FRATERNIDADE que nos une, desde sempre!

 

O ESSENCIAL em nós é  nossa CONFIANÇA NA TEIA DA VIDA.

 

A CASA DO SOL é nossa co-criação!

Você pode sentir e perceber o chamado do seu próprio coração? 

Como é gostoso nos sentirmos em casa, novamente!!! Piscadela 

 

 

O AMOR

Não te amo como se fosses rosa de sal, topázio
ou seta de cravos que propagam o fogo:
amo-te como se amam certas coisas obscuras,
secretamente, entre a sombra e a alma.

Amo-te como a planta que não floriu e tem
dentro de si, escondida, a luz das flores,
e, graças ao teu amor, vive obscuro em meu corpo
o denso aroma que subiu da terra.

Amo-te sem saber como, nem quando, nem onde,
amo-te directamente sem problemas nem orgulho:
amo-te assim porque não sei amar de outra maneira,

a não ser deste modo em que nem eu sou nem tu és,
tão perto que a tua mão no meu peito é minha,
tão perto que os teus olhos se fecham com o meu sono."

(Pablo Neruda, Manhã - soneto XVII, in "Cem sonetos de amor")

http://www.youtube.com/watch?v=pn7OHDZjfTI



QUEM SOMOS NÓS por Elô Mello

Na existência, o que dá para ter agora! O que tomamos posse, o que temos domínio!

SOU FORÇA, SOU ENERGIA, SOU VIDA...mas sem consciência como a VIDA EM MIM pode PERCEBER-se? Pode sentir a FORÇA em SI? Pode sentir-se VIVA? Pode realizar se realizando? Pode criar recriando a criação?

DONS..TALENTOS..POTENCIAIS...POSSIBILIDADES...PODER...FORÇA...ENERGIA...VIDA...

INCORPORO MINHAS VERDADES, INCORPORO MINHAS RESPONSABILIDADES COM MINHA VIDA...

Quando me torno aquilo que sou...SOU A VERDADE E A VIDA em mim..... quando um grupo se torna aquilo que é...esse grupo é a VERDADE E A VIDA em SI...quando a humanidade torna-se aquilo que é, se torna A VERDADE E A VIDA em essência!

Sabias palavras de um sábio SER HUMANO!!!




ALMA por Kelsen André

Tua alma anda guardada em mim. Parte dela pelo menos que meu ser comporta. Outros guardam outras partes. Era justamente deste pique-esconde que queria dizer e tu leu sem eu ter escrito. Nos escondemos dentro de algumas pessoas. Nos encontramos com elas para que ela nos devolva a nós mesmos. Por ranço, estupidez, mesquinhez e até mesmo esquecimento, mas, sobretudo amor; achamos que esta parte que guardamos para o outro é nossa. Assim posso te dizer que parte da sua alma repousa ainda no meu colo. E pelas manhãs acordo com o sol batendo na face e ela me chamando para ver o dia que nasce, e o mesmo dia que morre para nascer de novo.
Em tudo ela me ensina que a magia é só esta: ficar abraçado vendo o tempo se mover sobre nós e sob nós. Depois quando vamos embora sei que o por do sol é seu cabelo dourado e a terra seus olhos castanhos. Repleto de você, mesmo na sua ausência, viro mago, não por saber feitiço, mas por ter aprendido a brincar de pique-esconde. Ter aprendido a guardar o outro no ser, mesmo quando ele some. Ter aprendido a simplesmente, amar.
Minha sacerdotisa celta parte de tudo isto foi tu que me ensinastes. Um abraço eterno como o mesmo sol que nos acordava.
Kelsen André – 09/03/2007

Atritos (Roberto Crema)

Ninguém muda ninguém;
ninguém muda sozinho;
nós mudamos nos encontros.

Simples, mas profundo, preciso.
É nos relacionamentos que nos transformamos.
Somos transformados a partir dos encontros,
desde que estejamos abertos e livres
para sermos impactados
pela idéia e sentimento do outro.
Você já viu a diferença que há entre as pedras
que estão na nascente de um rio,
e as pedras que estão em sua foz?

As pedras na nascente são toscas,
pontiagudas, cheias de arestas.
À medida que elas vão sendo carregadas
pelo rio sofrendo a ação da água
e se atritando com as outras pedras,
ao longo de muitos anos,
elas vão sendo polidas, desbastadas.
Assim também agem nossos contatos humanos.
Sem eles, a vida seria monótona, árida.
A observação mais importante é constatar
que não existem sentimentos, bons ou ruins,
sem a existência do outro, sem o seu contato.
Passar pela vida sem se permitir
um relacionamento próximo com o outro,
é não crescer, não evoluir, não se transformar.

É começar e terminar a existência
com uma forma tosca, pontiaguda, amorfa.
Quando olho para trás,
vejo que hoje carrego em meu ser
várias marcas de pessoas
extremamente importantes.

Pessoas que, no contato com elas,
me permitiram ir dando forma ao que sou,
eliminando arestas,
transformando-me em alguém melhor,
mais suave, mais harmônico, mais integrado.
Outras, sem dúvidas,
com suas ações e palavras
me criaram novas arestas,
que precisaram ser desbastadas
Faz parte...
Reveses momentâneos
servem para o crescimento.
A isso chamamos experiência.
Penso que existe algo mais profundo,
ainda nessa análise.
Começamos a jornada da vida
como grandes pedras,
cheia de excessos.
Os seres de grande valor,
percebem que ao final da vida,
foram perdendo todos os excessos
que formavam suas arestas,
se aproximando cada vez mais de sua essência,
e ficando cada vez menores, menores, menores...

Quando finalmente aceitamos
que somos pequenos, ínfimos,
dada a compreensão da existência
e importância do outro,
e principalmente da grandeza de Deus,
é que finalmente nos tornamos grandes em valor.

Já viu o tamanho do diamante polido, lapidado?
Sabemos quanto se tira
de excesso para chegar ao seu âmago.

É lá que está o verdadeiro valor...
Pois, Deus fez a cada um de nós
com um âmago bem forte
e muito parecido com o diamante bruto,
constituído de muitos elementos,
mas essencialmente de amor.
Deus deu a cada um de nós essa capacidade,
a de amar...
Mas temos que aprender como.

Para chegarmos a esse âmago,
temos que nos permitir,
através dos relacionamentos,
ir desbastando todos os excessos
que nos impedem de usá-lo,
de fazê-lo brilhar

Por muito tempo em minha vida acreditei
que amar significava evitar sentimentos ruins.
Não entendia que ferir e ser ferido,
ter e provocar raiva,
ignorar e ser ignorado
faz parte da construção do aprendizado do amor.

Não compreendia que se aprende a amar
sentindo todos esses sentimentos contraditórios e...
os superando.
Ora, esse sentimentos simplesmente
não ocorrem se não houver envolvimento...

E envolvimento gera atrito.
Minha palavra final: ATRITE-SE!

Não existe outra forma de descobrir o amor.
E sem ele a vida não tem significado.


Por Kelsen André

 

Na presença dela, ele re-descobre a natureza e ve as chispas de fogo que dispara do coração da amada. Agora nao mais sacerdotisa, nem mesmo devassa, apenas deusa. Uma forma em calice da mulher que ama. é nesta forma que o guerreiro se transforma em espada, excalibur. e adentra o calice, a amada. Se fundem, se unem. se transformam. se entrelaçam em sonhos e visoes, em estados primoridiais e estados de nao tempo. Não sao mais homem nem mulher, sao simbolos. A armadura do guerreiro reluz de prata e interioriza na amada, ela esta protegida ate mesmo de mim. E o vestido da vestal purifica as dores do guerreiro, cura os seus sangramentos da batalha que travou contra a vida e ele mesmo.

Dentro do calice sagrado que ele adentrou, ele se cura de si mesmo. Entende que a vida pulsa nele querendo morte, mas a morte nem sempre é sangue, quase nunca é dor. A morte é renascimento, é uma forma diferente de amor. é um estado outro de amar. Amam agora, porque se amaram ontem. amam ontem, porque amaram o futuro. amam, porque o amor é a energia do sempre e no sempre.

Amam, primordialmente, porque um diante do outro se permitiram ser dominador e dominado, dominada e dominadora. puta e deusa. sadico e mago. entraram em contato com as dores, as sombras e nada assustou o outro e aão tememos a solidão, o caminho incansavel de ter como unica companheira a morte, a loucura e a solidão. Tendo feito as pazes com eles mesmos, ouviram as gargalhadas de Hades e tiraram o elmo da invisibilidade. Lhes dizendo: o elmo era apenas para uns momentos, nao para todos os instantes. Era apenas um recurso, um instrumento e não uma armadura. Persefone tb sauda o casal e lhes traz o elixir da beleza, da eternidade. diz ela: que ser jovem, ser bela é aceitar o tempo. Na verdade aceitar a transformação que os seus filhos promovem no tempo. E todo tempo é ontem. Todo tempo é amanha. Todo tempo é sonho, todo tempo é profecia. Todo tempo é ilusão ate que brota o amor, o senhor do tempo. todo amor é transformação, Plutão no mais profundo.

Temer matar, temer morrer é no fundo e somente; temer amar.

O guerreiro perdido no tempo veria que já nao é mais. já nao é forte, guerreiro, mago, deus, sadico, menino; ele é homem. Agradece encantado ao universo. Agradece encantado à vida. Agradece encantado a amada.

permanecem um dentro do outro nascendo, morrendo, renascendo inumeras vezes e em cada uma delas novas cenas, imagens, lugares; mas sobretudo um: eles mesmos.



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher
MSN -